Importante: Devido a reestruturação do portal web do CPTEC/INPE, este portal será desativado em um futuro próximo. Alguns dos produtos apresentados neste serão migrados para outros portais do CPTEC.
Bacias e Sub-Bacias
Your browser does not support the HTML5 canvas tag.
Condições de Tempo no Brasil
ZCAS ainda direciona as instabilidades desde o Norte ao Sudeste do país Neste domingo (25/02), a atuação da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS),contribuirá para as pancadas de chuva, no sul da Região Norte, em grande parte do Centro-Oeste, em MG e ES. Pancadas de chuva localizadas também são esperadas no interior nordestino, no norte de SP e no RJ.
Análise Mensal
Durante a primeira quinzena do mês de dezembro prevaleceu o padrão de circulação típico do verão do Hemisfério Sul com a presença em altos níveis da Alta da Bolívia e de um cavado/vórtice sobre o Nordeste. Além disso, a primeira quinzena foi marcada pela configuração e persistência de uma Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) que favoreceu a ocorrência de precipitações constantes e, por vezes intensas, na faixa entre o sul da Região Norte e o litoral da Bahia e Espírito Santo, principalmente. A atividade frontal esteve reduzida durante o mês de dezembro com apenas três frentes frias com deslocamento litorâneo, sendo duas confinadas a Região Sul. No centro-sul do Brasil, o mês foi caracterizado por deslocamentos constantes de cavados de ondas curtas em médios e altos níveis que mantiveram uma condição de instabilidade na atmosfera e proporcionaram a ocorrência de pancadas de chuva com forte intensidade e, em algumas situações, acompanhadas de amplas descargas elétricas e queda de granizo.

A alta instabilidade da atmosfera entre SC e sul de SP e MS acima descrita resultou em anomalias positivas de precipitação na maior parte desta área. Por sua vez, no RS, a baixa frequência de sistemas frontais e a permanência de anomalias positivas de altura geopotencial durante grande parte do mês resultou em anomalias negativas de precipitação. No centro-norte do Brasil, a precipitação intensa na primeira quinzena do mês resultou em anomalias positivas e expressivas (até 200mm) entre o ES, nordeste de MG e sul da BA. Destacam-se também os Estados do AM e do PA onde foram observadas anomalias positivas em grande parte da área. Na maior parte do Centro-Oeste e Sudeste, assim como no interior do Nordeste, apesar da ocorrência de precipitações pontuais de forte intensidade, o mês de dezembro encerrou com anomalias negativas de precipitação com destaque para MG, GO e RJ onde as anomalias foram mais generalizadas e significativas.

Em relação as temperaturas, na maior parte do Brasil as temperaturas mínimas ficaram próximas ou acima da média história. As temperaturas máximas ficaram abaixo da média em pontos do Centro-Oeste, de MG e ES e no PR, regiões nas quais as anomalias positivas de precipitação foram mais acentuadas. Destaca-se grande parte do Nordeste onde foram observadas anomalias positivas de temperatura máxima, especialmente entre PE e a PB.
INPE - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais
CPTEC - Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos
© Copyright 2016 CPTEC/INPE
Comentários e/ou sugestões: Fale Conosco
Bacia do Tocantins Sub Bacia Alto Paraguai Sub Bacia Iguaçu Bacia do Uruguai Sub Bacia Rio Doce Sub Bacia Paraíba do Sul Sub Bacia Parnaíba Sub Bacia Jacuí Sub Bacia Paranaíba Sub Bacia Rio Grande Sub Bacia do Tietê Sub Bacia Paranapanema Bacia São Francisco